Follow by Email

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Ibirapuera está entre os 10 melhores parques do mundo, segundo The Guardian


Jornal britânico ressalta o tamanho do parque e projeto paisagístico de Burle Marx. O Ibirapuera recebe mais de 150 mil visitantes por fim de semana

O principal jornal do Reino Unido, o The Guardian, publicou nesta sexta-feira (7) uma reportagem sobre os dez melhores parques urbanos do mundo. O Ibirapuera, em São Paulo, aparece em destaque, na principal foto que ilustra o texto com menção a outras unidades de conservação espalhadas pelo planeta. A reportagem ressalta o tamanho do parque da capital paulista e o projeto paisagístico de Burle Marx, que mistura os estilos cubistas e surrealistas de arquitetura. De acordo com dados da prefeitura de São Paulo, o local recebe mais de 150 mil visitantes por fim de semana.

Para o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, o destaque dado ao Parque Ibirapuera pelo principal jornal do Reino Unido, ajuda na divulgação internacional do Brasil. “Somos o número um em recursos naturais de acordo com o Fórum Econômico Mundial, mas sem promoção não conseguiremos traduzir essa nossa vantagem em empregos e renda para a população de uma maneira sustentável”, comentou o ministro.

Parque Nacional

Atualmente, o Parque Ibirapuera conta com uma ampla agenda cultural e sua infraestrutura oferece parques infantis, fonte multimídia, lanchonetes, áreas de estar, uma praça que leva o nome do paisagista Burle Marx e o pavilhão de exposições Oscar Niemeyer, onde são realizadas as bienais de São Paulo. Para os amantes do esporte, tem pista de corrida, ciclofaixa, bicicletário com aluguel de bicicleta, quadras poliesportivas, campos de futebol e aparelhos de ginástica.

Em 2014, todos os 69 parques nacionais do Brasil receberam pouco mais de 7,4 milhões de visitantes. Apenas os quatro parques mais conhecidos dos Estados Unidos receberam quase três vezes essa quantidade de pessoas: 21,3 milhões. Os ministérios do Turismo e do Meio Ambiente buscam soluções para explorarem de maneira sustentável as unidades de conservação do País.  

Homenagens

Para minimizar a umidade, Manuel Lopes de Oliveira, então funcionário da prefeitura na década de 1920, começou a plantar árvores na região. Em homenagem ao pioneiro, atualmente um viveiro da unidade de conservação leva seu nome, Viveiro Manequinho Lopes. A estrutura é aberta à visitação e produz diversas espécies de plantas entre elas algumas medicinais para uso no município.

O Parque Ibirapuera ou Parque do Ibirapuera, como preferem os paulistanos, tem 221 hectares e traz no nome a identidade brasileira. O nome Ibirapuera significa árvore apodrecida em tupi-guarani, por conta de uma aldeia indígena que ocupava a região quando ela ainda era alagadiça com solo de várzea.

Fonte: http://www.brasil.gov.br/turismo/2015/08/ibirapuera-esta-entre-os-10-melhores-parques-urbanos-do-mundo-segundo-the-guardian

Nenhum comentário:

Postar um comentário