Follow by Email

terça-feira, 20 de maio de 2014

Prefeitura proíbe feira de orgânicos no Ibirapuera


A Feira de Produtos Orgânicos do Ibirapuera, que ocorre todos os sábados, não terá mais lugar no Modelódromo do Parque do Ibirapuera, na zona sul. Pior: a Prefeitura ainda não tem data nem local para que ela volte a funcionar.

No primeiro sábado do mês, a Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação (SME), que administra o Modelódromo, avisou que a feira não poderia mais ocorrer no espaço, para dar lugar a um evento esportivo. A solução foi a transferência provisória para o Parque das Bicicletas, em Moema, também na zona sul. Na semana passada, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE), responsável pela Supervisão Geral de Abastecimento, e os produtores receberam uma notícia ainda pior: a feira não poderá nunca mais funcionar no Modelódromo.

Segundo a SME, a "realização da feira interfere no funcionamento do equipamento, que é destinado para a prática esportiva e o lazer", e que somente ruas e parques municipais podem receber feiras de alimentos. Em protesto, no sábado passado, os produtores realizaram a feira na Rua Curitiba, na frente do Modelódromo. "Enquanto não houver definição de espaço, os produtores vão fazer a feira lá", afirmou Márcio Stanziani, secretário executivo da Associação de Agricultura Orgânica.

O secretário da SDTE, Artur Henrique, diz que, nesta semana, serão feitas reuniões com produtores e secretarias para encontrar um local permanente. "Não podemos receber toda sexta-feira a notícia de que a feira não pode ser realizada." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: http://www.dgabc.com.br/(X(1)S(s1dxgihaaxw45krl5uoxo54z))/Noticia/528786/prefeitura-proibe-feira-de-organicos-no-ibirapuera?referencia=minuto-a-minuto-topo

terça-feira, 6 de maio de 2014

Ibirapuera recebe GP São Paulo de atletismo no domingo(11/05)

SÃO PAULO - O Estádio Ícaro de Castro Mello recebe neste domingo o GP São Paulo de atletismo, primeiro torneio da série internacional do ano – as provas vão ser disputadas das 8h30 às 11h45. Na quarta-feira, Minas Gerais receberá o GP de Uberlândia, na pista do Sesi.

A disputa no Ibirapuera inaugura a temporada ao ar livre, em um ano que servirá de preparação para os atletas. Sem grandes torneios internacionais, o foco é, para a maioria, o Mundial de Pequim, que será realizado em agosto de 2015.

Alguns dos principais atletas brasileiros vão competir em São Paulo após um período dedicado apenas aos treinos. É o caso, por exemplo, dos atletas do salto com vara masculino. Finalistas do Mundial Indoor de Sopot, na Polônia, em março, Thiago Braz e Augusto Dutra ainda não estão no auge da forma, mas vão à pista.

“Por causa do Mundial Indoor, o Thiago e o Augusto não estão na melhor forma, porque agora se preparam agora para a temporada ao ar livre”, explica Elson Miranda, técnico de ambos, e também de Fábio Gomes e Fabiana Murer. “Acho importante, porém, a participação dos dois.”

Pelo planejamento inicial de Miranda, os dois saltadores só iriam estrear na temporada outdoor em junho, na etapa de Eugene da Liga Diamante. “É uma oportunidade de competirem em casa. Mas será como um treino de luxo. Vai ser bom para ver como eles estão.”

VELOCIDADE

A situação é diferente para os velocistas. A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) enviou os grupos dos revezamentos 4 x 100 m e 4 x 400 m, homens e mulheres, para um período de treinos e competições nos EUA, até o fim de abril. Franciela Krasucki (200 m), Aldemir Gomes (200 m) e Hugo Balduíno (400 m) são alguns dos atletas que vão competir neste domingo e que estiveram recentemente no programa de treinos e disputas no exterior.

Para os velocistas, o calendário apresenta uma nova e relevante competição, o Mundial de Revezamentos, que será disputado em Nassau (Bahamas), nos dias 24 e 25 deste mês. A expectativa é que os principais grupos do País – o 4 x 100 m feminino e o 4 x 400 m masculino – cheguem à disputa para brigar por medalhas.

Em provas individuais, os atletas dos 400 metros se destacam no ranking mundial, especialmente porque os três principais nomes da prova – o americano LaShawn Merritt, o granadino Kirani James e o dominicano Luguelín Santos – já estrearam na temporada.

Hugo Balduíno, de 27 anos, é o oitavo melhor do ano, com 45s09, recorde pessoal, obtido nos Jogos Sul-Americanos, em março. “Estamos querendo que ele ganhe consistência nos 45 segundos. Vamos ver se ele consegue fazer 45s30, 45s40”, avalia o técnico Evandro Lázari.

fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,ibirapuera-recebe-gp-sao-paulo-de-atletismo-no-domingo,1161816,0.htm

Em SP, ciclovia de 11 km ligará Ceagesp ao Ibirapuera

A Prefeitura de São Paulo concluiu a licitação de R$ 48 milhões para a construção de uma ciclovia de 11,5 km entre o Parque do Ibirapuera, na zona sul da capital, e a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), zona oeste. As obras serão executadas pela Jofege Pavimentação e Construção e começam em 30 dias. A conclusão está prevista para outubro de 2015.

Prevista na licença ambiental concedida em 1995 à Prefeitura pelo governo estadual como uma das condições para a ampliação da Avenida Faria Lima, a ciclofaixa sai do papel com quase duas décadas de atraso. Em 2012 apenas dois quilômetros foram entregues do projeto, entre a Avenida Rebouças e a Rua dos Pinheiros.

"Antes tarde do que nunca. Agora estamos tentando uma conexão (na ciclofaixa) que possa ligá-la também ao Parque do Povo", afirmou o secretário de Coordenação das Subprefeituras, Ricardo Teixeira.

O primeiro trecho sai da Ceagesp, na altura do Parque Villa-Lobos, e vai até o Largo da Batata. A segunda etapa vai do Largo da Batata até o Parque do Ibirapuera, passando pelas Avenidas Pedroso de Moraes, Faria Lima e Hélio Pellegrino. As três vias vão ter os canteiros reduzidos para as obras.

O prefeito Fernando Haddad (PT) já havia dito em janeiro que pretende executar em sua gestão o projeto completo da ciclovia, que prevê a ligação da Ceagesp ao Shopping Morumbi, totalizando 37 km. A extensão da faixa ainda terá duas ramificações, uma ligando a Praça Pan-americana ao câmpus da USP, e outra entre a região da Avenida Juscelino Kubitschek e a do Parque Ibirapuera.

Ao longo dos 11,5 km serão construídas ramificações para as estações da CPTM. A ciclovia vai interligar os centros comerciais das Avenidas Faria Lima, Luís Carlos Berrini, Chucri Zaidan e Água Espraiada.

Os recursos vão vir do potencial construtivo pago por empreiteiras que construíram prédios na região da Faria Lima nos últimos 20 anos.

Apoio

O cicloativista Willian Cruz, do site Vá de Bike, vê com "bons olhos" a nova ciclovia mesmo que 19 anos atrasada. "Com as ciclofaixas de lazer, muita gente passou a experimentar a bicicleta e a ver que é possível vencer longas distâncias pedalando", disse Cruz. Hoje São Paulo tem 120,8 km de ciclofaixas de lazer.

fonte: http://info.abril.com.br/noticias/tecnologias-verdes/2014/04/em-sp-ciclovia-de-11-km-ligara-ceagesp-ao-ibirapuera.shtml