Follow by Email

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Parque Ibirapuera e Mercadão estão entre locais que terão wi-fi



A Prefeitura de São Paulo divulgou esta semana a lista dos 120 parques, praças e terminais que terão internet wi-fi gratuita. Entre os locais beneficiados estão o parque Ibirapuera (zona sul), o parque Villa-Lobos (zona oeste) e o Mercadão (no centro).
O pré-edital da Prodam (empresa municipal de tecnologia) aponta ainda a estimativa de usuários simultâneos em cada um dos locais, que podem chegar a 24.200 usuário, em um espaço de 6,7 milhões de metros quadrados. A Folha de S.Paulo já havia divulgado os primeiros locais que formavam um lote-piloto para cotação de preços.
A licitação será por lotes com 18 praças cada e vai contemplar também a periferia. Inicialmente, o usuário não terá que fazer cadastro para acessar a internet, mas a empresa terá que prever essa possibilidade, caso solicitada.
O wi-fi terá que funcionar 24 horas por dia com velocidade mínima de 512 Kbps (quilobytes por segundo) por usuário para download e upload. A conexão terá que garantir acesso inclusive a vídeos e VoIP (telefonia via internet).
O documento não informa a estimativa de custo da licitação nem o cronograma de implantação.
Segurança
Uma dupla de guardas da GCM (Guarda Civil Metropolitana) de São Paulo encontraram uma maneira de acompanhar a agilidade dos frequentadores do parque Ibirapuera. Eles se ofereceram para usar skates e patins durante as patrulhas no local, na zona sul da capital paulista.
A ação, por enquanto, só funciona nos fins de semana, durante a tarde. A GCM informou que a intenção é aproximar a guarda dos skatistas e patinadores que frequentam o parque, para orientá-los sobre o uso correto dos equipamentos de segurança e evitar acidentes com animais e pedestres.
A GCM disse que o projeto foi criado para por causa dos acidentes que ocorrem durante a prática desses esportes. Se a ação testada pelos guardas Algelene Aparecida Rocha Silva e Marcos Paulo Lyra funcionar, ele será expandido a outros parques e praças da cidade, como a Rooseevelt, no centro.
O Ibirapuera recebe cerca de 250 mil visitantes por fim de semana.

Fonte: http://www.tnonline.com.br/noticias/geral/58,187800,12,05,parque-ibirapuera-e-mercadao-estao-entre-locais-que-terao-wi-fi.shtml

quarta-feira, 8 de maio de 2013

GCM usa patins e skate para fazer ronda no Parque Ibirapuera



Guardas tentam impedir que skatistas usem área para pedestres.
Objetivo é dar exemplo sobre como respeitar regras de convivência.

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) começou a fazer rondas de skate e patins no Parque Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo.  A ideia é que os guardas skatistas e patinadores dêem o exemplo de como praticar esportes respeitando regras de convivência.
O espaço reservado para o uso de patins e skate é a marquise do parque. Só que muitos skatistas e patinadores insistem em andar entre os pedestres e até na ciclofaixa, que é exclusiva para bicicletas.
“Tem que ficar olhando para tudo quanto é lado. Porque se não for bicicleta, é skate. Se não for skate, é cachorro”, fala o empresário André Barreto, frequentador do Ibirapuera.
De janeiro até abril, foram mais de 150 choques e quedas dentro do parque. Segundo o inspetor da Guarda Civil Gilson Menezes, os acidentes que ocorrem são graves. “Existem muitos acidentes com fraturas expostas e até com traumatismo craniano”.
Se a iniciativa der resultado no Ibirapuera, os guardas vão usar skate e patins em outros parques da cidade e também na Praça Roosevelt, no Centro.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/05/gcm-usa-patins-e-skate-para-fazer-ronda-no-parque-ibirapuera.html

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Expo de fotos com Andy Warhol vestido de mulher é sensação no Ibirapuera



Ícone máximo da Pop Art e figura top-of-mind quando o assunto é o underground artístico novaiorquino dos anos 60 e 70, Andy Warhol, vira e mexe, ganha uma exposição interessante ao redor de seu legado. A mais recente e que vêm fazendo uma turma cool se reunir para venerar o mestre da Factory?

'Lady Warhol', um conjunto de fotografias p&b do norte-americano Christopher Makos, revela um Warhol inusitado: todo vestido de mulher, dos pés à cabeça, em todas as fotografias.

Brincando com a sexualidade, a série, realizada nos anos 80, é inédita no Brasil e vem lotando o MAM-SP, no Parque do Ibirapuera, desde sua abertura, em meados de abril. Em cartaz até 23 de junho. Imperdível.

Fonte: http://www.jb.com.br/heloisa-tolipan/noticias/2013/05/01/expo-de-fotos-com-andy-warhol-vestido-de-mulher-e-sensacao-em-sao-paulo/

Snowboard e tanque de mergulho atraem paulistanos ao parque Ibirapuera no feriado



Os paulistanos aproveitaram o calor do feriado de 1º de Maio, ontem, para experimentar os esportes radicais.

No parque Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, crianças e adultos trocaram bicicletas e patins por caiaques e snowboard. As atividades foram oferecidas em uma feira do setor, no prédio da Bienal.

Uma das atrações mais procuradas foi o tanque de mergulho, que tinha fila de espera. Dois casais selaram o matrimônio debaixo d'água pela manhã. No início da tarde, as pessoas aguardavam uma hora para mergulhar.

Admirador das aventuras radicais, o administrador Luciano Sousa realizou uma vontade antiga: experimentar a sensação de estar no fundo do mar. Com ajuda de um instrutor, ficou por 15 minutos no tanque e aprendeu técnicas de respiração.

"Só ando de skate, o que não considero [esporte radical]. Foi a primeira vez que mergulhei. No começo, você fica assustado. Depois, pega o jeito e só quer ficar lá dentro."

A estudante de turismo Ângela Lacerda também gostou da modalidade e pretende fazer o mesmo no fundo do mar. "É uma simulação muito legal. Não tem segredo. Só não pode apavorar", afirmou.

Ao lado do tanque, o fotógrafo Johan Sebastian Fernandes dava dicas para a filha à beira de uma piscina. A menina de seis anos aprendeu a remar e andou em um caiaque pela primeira vez.

Antes, tinha se divertido na pista de skate. "Ela adorou. É legal esse trabalho da feira com as crianças", disse.

Como já havia andado de caiaque, Carolina Andrade arriscou-se no stand up, em que a pessoa rema em pé. Ela também desceu a rampa de gelo no snowboard que foi palco de uma apresentação de atletas profissionais. "É bom porque dá para trazer a família. Não tenho habilidade, fiquei insegura. Mas foi legal".

A Adventure Sports Fair foi aberta ao público ontem e fica no parque até domingo.

Os ingressos custam R$ 15. Crianças de até dez anos e idosos entram de graça.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidiano/106925-snowboard-e-tanque-de-mergulho-atraem-paulistanos-ao-parque-ibirapuera-no-feriado.shtml

The North Face Running Club apresenta produtos na Adventure Fair no Ibirapuera



O clube de corrida The North Face Running Club comemora seu primeiro aniversário no Brasil na edição 2013 da Adventure Sports Fair, maior evento de esportes e turismo de aventura da América do Sul, que acontece entre os dias 1° e 5 de maio no Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera, em São Paulo.

O estande da assessoria esportiva – cuja marca está relacionada à The North Face, de roupas, acessórios e equipamentos de alta performance para práticas esportivas, como montanhismo -, estará localizado no segundo piso do Pavilhão, número 90B.

Os visitantes que passarem pelo estande concorrem ao sorteio de um mês de treinamento com a The North Face Running Club. Lá, também poderão conhecer como são elaborados os treinamentos, personalizados, e que consideram aspectos físicos e nutricionais de cada aluno, além dos objetivos de cada um.

No dia 2 de maio, quinta-feira, uma parte do treino do clube de corrida - que normalmente acontece dentro do Parque do Ibirapuera - será realizado dentro do Pavilhão da Bienal, próximo ao estande da The North Face Running Club.

Os treinos do clube de corrida são realizados três vezes por semana no Parque Ibirapuera e na USP. Uma vez por mês, os alunos treinam em locais próximos à capital paulista, geralmente em trilhas e montanhas. O objetivo é obter o máximo de rendimento de cada aluno e aproximá-los de ambientes e cenários outdoor.

The North Face

Com o lema Never Stop Exploring (Nunca Pare de Explorar), a marca californiana The North Face já possui tradição de mais de 40 anos de sucesso. A marca, fundada por alpinistas em 1968 e que representa INOVAÇÃO, TECNOLOGIA e AUTENTICIDADE, já possui mais de mil pontos de venda ao redor do mundo.

A The North Face possui uma linha extensa de roupas, acessórios, calçados e equipamentos de alta performance para práticas esportivas como montanhismo.

A criação desses produtos começa com a consultoria de atletas de elite parceiros da marca. Eles mandam suas sugestões e recomendações e direcionam a The North Face no desenvolvimento de novas tecnologias, materiais e produtos com design inovador.

Mais de 40 anos após sua inauguração, a The North Face continua empurrando a barreira da inovação, para que atletas e consumidores da marca continuem superando seus limites.

A The North Face possui atualmente quatro lojas no Brasil, duas em São Paulo, uma em Curitiba e uma no Rio de Janeiro.

Fonte: http://360graus.terra.com.br/geral/default.asp?did=35272&action=news

De Portugal a Bolívia, 1ª Parada Migrante apresenta danças e músicas típicas de 12 países no Ibirapuera



Dos acrobáticos passos dos cossacos russos à influência afro-boliviana do Caporales, o Parque do Ibirapuera recebe a 1ª Parada Migrante. No dia 5 de maio, 12 grupos de comunidades da Rússia, Croácia, Alemanha, República Tcheca, Itália, Bolívia, Peru, Lituânia, Ilha da Madeira e Coreia apresentam as cores, ritmos e sabores da dança e música típica mundial. A partir das 15h, com entrada Catraca Livre.

Ao sudoeste da costa portuguesa, o Grupo Folclórico Casa Ilha da Madeira resgata o folclore e a etnografia da ilha lusitana. Formado por representantes de diversas idades, o grupo interpreta o cotidiano dos imigrantes, usando instrumentos típicos de trabalho e domésticos, além de retratar brincadeiras e jogos tradicionais. A banda é acompanha por acordeom, braguinha (cavaquinho), rajão (mini-viola), viola de arame, flauta, violino, brinquinho (chocalho com castanholas), ferrinhos (triângulo), reco-reco e bumbo.

Há 26 anos, o Grupo Folclórico Kantuta Bolívia apresenta as diferentes facetas da cultura boliviana. No espetáculo, a companhia apresenta a tradicional dança afro-boliviana dos Caporales, que simboliza os capatazes dos escravos negros trazidos para o país nos tempos coloniais.

Em busca da valorização e divulgação dos elementos culturais estrangeiros, o objetivo dos organizadores é a consolidação do projeto dentro do calendário de eventos culturais de São Paulo.

Fonte: http://catracalivre.com.br/geral/agenda/barato/de-portugal-a-bolivia-1a-parada-migrante-apresenta-dancas-e-musicas-tipicas-de-12-paises/